Open post

Sorvete é um alimento nutritivo indicado até para quem está de dieta

Vamos falar um pouco dessa delícia gelada que faz muitos paladares se renderem à ele devido a variedade de sabores e o refresco provocado no seu consumo, pois o alimento é um ícone na estação Verão, tempos de altas temperaturas conforme registram os termômetros por todo o país. Os maiores consumidores são as crianças, mas os adultos também não ficam atrás. Aí vem a dúvida. Será que este alimento é nutritivo e saudável?

Segundo a nutricionista Luiza Faria, o sorvete não é apenas uma guloseima, pois contém em sua composição um mix de proteínas, cálcio (fabricado à base de leite), carboidratos, vitaminas entre outros ingredientes como frutas, nozes e cacau, que o faz muito nutritivo.

A única recomendação contrária ao consumo do sorvete é a sua ingestão moderada, afinal ele é rico em calorias. Sua composição leva gordura, por isso devemos observar e não deixar que haja um excesso de consumo, mas de um modo geral quando comparado à outras sobremesas, ele é muito mais vantajoso.

Existem até sorvetes terapêuticos com centelha asiática, com erva cidreira, ginseng e valeriana, indicados para combater celulite, stress, impotência e outros problemas de saúde. No Brasil, apenas uma sorveteria em São Paulo tem essa novidade disponível.  Especialistas de Harvard dizem até que o sorvete pode ajudar a engravidar pois além de ser ricos em ferro, cálcio e vitamina D, integram hormônios do leite que estimulam à ovulação, e ainda hormônios que combatem a tensão pré-menstrual.

Tem algumas opções no mercado que oferecem sorvetes diet, que pelo fato de não conterem açucares, são ideais para portadores da diabetes. Já a variação light tem menos caloria, sendo indicada para quem deseja emagrecer. Muitas pessoas não dispensam aquele tira-gosto após o almoço, por isso o sorvete é uma boa pedida. Os picolés de frutas também são boas alternativas, pois não são tão calóricos, sendo à base de água.

Uma grande questão que se deve considerar na hora de consumir os sorvetes são os acompanhamentos oferecidos nas sorveterias, são chocolates, farofa doce, granulados, marshmallows, caldas quentes, bolachas, entre outras inúmeras coberturas que agregam caloria à porção.

As versões saudáveis são sempre mais indicadas, mas a moderação é sempre uma consideração a ser lembrada. O sorvete é usado com bolos (Petit Gateau), com pavê, com pizzas doces, com refrigerantes entre outras versões.

Para não deixar ninguém passando vontade, seguem algumas sugestões à base de sorvete para se preparar em casa e servir para a família e amigos:

Receitas:

Drinque com sorvete (Almond Joey)

Ingredientes:

50ml de Amaretto

30 ml de de mix de coco

30 ml de licor de chocolate

2 bolas de sorvete de creme.

Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador com uma ou duas pás de gelo até adquirir uma textura cremosa. Coe e sirva em seguida

Pavê com sorvete:

Ingredientes:

2 latas de leite condensado

1 colher de chá de manteiga

1 xícara de leite

5 colheres de chocolate em pó

1 creme de leite

2 litros de sorvete de creme

2 pacotes de cookies com gotas de chocolate.

Preparo: misture o leite condensado, o leite, a mantega e o chocolate em uma panela ao fogo brando. Não deixe de mexer até engrossar a mistura. Desligue o fogo e acrescente o creme de leite. Deixe esfriar. Reserve quatro cookies. Em uma fôrma de 24 cm de diâmetro com aro removível, coloque camadas de cookie esfarelados intercalando com camadas de sorvete. Termine com o sorvete. Deixe no freezer de um dia para o outro. Para servir, desenforme e por cima polvilhe o restante dos biscoitos esfarelados.

Bom apetite

Leia mais em: http://www.webartigos.com/artigos/sorvete-e-um-alimento-nutritivo-indicado-ate-para-quem-esta-de-dieta/115540/#ixzz4UuKCuaT7

Leia mais em: http://www.webartigos.com/artigos/sorvete-e-um-alimento-nutritivo-indicado-ate-para-quem-esta-de-dieta/115540/#ixzz4UuK9fS1o

Open post

Sobras da ceia de Natal; Bem Estar dá dicas de reaproveitamento

Reaproveitar alimentos é sempre o mais indicado, mas é preciso observar as condições de higiene e as formas de armazenamento.

 

Pernil, maionese, tender, panetone, o Natal acabou, mas e a comida, sobrou muita coisa? No Bem Estar desta terça-feira (26), a nutricionista Isabela Pimentel explica como aproveitar as sobras com saúde. As frutas, por exemplo, basta lavar novamente antes de guardar. O endocrinologista João Eduardo Salles explica a relação delas com o triglicérides.

Reaproveitar alimentos é sempre legal, principalmente quando pensamos no combate ao desperdício. No entanto, quando falamos em Natal ou Ano Novo temos dois problemas: as ceias nem sempre são preparadas com as melhores condições de higiene e as comidas ficam expostas na mesa por muito tempo, além de terem sido feitas pela manhã. É muito arriscado reaproveitar esses alimentos.

Frutas

É clássico no Natal aquela mesa linda com muitas frutas típicas, mas sempre sobra muita coisa e elas são boas opções para continuar no clima natalino até o próximo ano. As frutas podem ser congeladas e depois virar gelinho, suco ou smoothie, se batidas com iogurte.

O endocrinologista João Salles faz, entretanto, um alerta sobre o consumo de frutas exagerado, principalmente para os diabéticos. Muitos pacientes trocam a refeição por frutas ou comem muitas porções nessa época do ano, mas isso não é saudável. A frutose, o açúcar da fruta, aumenta a glicemia no sangue e ajuda na formação de triglicérides. O ideal é seguir a recomendação de 3 a 5 porções diárias, sendo que uma porção equivale a uma fruta média ou uma fatia de uma fruta grande.

Outro ponto para ficar atento é o xarope de milho, um concentrado de frutose que está presente em diversos alimentos como refrigerantes, sucos de caixinha, condimentos (catchup e mostarda), frutas em conserva, geleias, bolos e pudins.

Carnes

Só podemos reaproveitar a sobra limpa, ou seja, aquele pedaço de carne que não foi levado à mesa. Fica a dica para a próxima ceia, cortar metade da picanha, por exemplo, e deixar uma parte na geladeira para ficar mais conservada e com menos chance de contaminação. Depois de preparadas, no dia seguinte, as carnes podem compor uma salada fresca, um omelete ou risoto.

Doces

A palavra-chave é COMPARTILHAR!!! Ganhou 5 panetones? Dê para os familiares, vizinhos, amigos e fique com apenas um. Porque quanto mais se tem à vista, mais vai comer. Sobrou pavê, pudim, rabanada? Faça marmita para os parentes levarem uma parte. Congelar doces não é uma boa porque ao invés de comer por uma semana, a pessoa vai comer por um mês inteiro.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/sobras-da-ceia-de-natal-bem-estar-da-dicas-de-reaproveitamento.ghtml
Open post

Dicas para fazer uma ceia de Natal sem gastar muito dinheiro

Se você anda sem dinheiro, veja algumas dicas para ter uma ceia de Natal maravilhosa, sem gastar muito.

As dicas para fazer uma ceia de natal sem gastar muito dinheiro são ideais para as pessoas que querem economizar nas compras e não contrair dívidas para o ano que está prestes a começar. O segredo para poupar está na escolha dos itens, na pesquisa e na antecipação.

Faltando menos de um mês para o Natal, muitos já estão pensando em como fazer uma ceia divertida e com fartura, sem gastar muito. Mesmo com o 13º salário, existem pessoas que ainda ficam “apertadas”, com as dívidas de final de ano como IPTU, IPVA, a decoração para o Natal, a viagem para ver a família e ainda com a compra dos presentes. Quem sofre com isso é a ceia, feita por último.

Confira a seguir algumas dicas para fazer uma ceia de natal sem gastar muito dinheiro:

Antecipe as compras

Comece adiantando suas compras. Em vez de deixar o peru para a última hora, procure comprá-lo o quanto antes. Outra dica é pesquisar e aproveitar as ofertas oferecidas por supermercados, por isso, fique atento às promoções. Para preservar o prato principal, procure congelá-lo, assim não há o risco de gastar com dois perus.

Faça substituições inteligentes

Na hora de comprar as frutas, troque as tradicionais por outras que sejam da época como abacaxi, melancia, laranja, banana e limão. Procure comprá-las perto da véspera, para não correr riscos de perder as frutas.

Se o dinheiro anda curto, porque não trocar o peru pelo frango? O gosto é quase o mesmo , o que muda realmente é o tamanho. Para deixá-lo com uma cara melhor, capriche na receita. Prefira molhos que podem ser feitos sem gastar muito, como molhos de laranja ou mesmo farofas. Fuja de receitas que levem vinhos e outras coisas caras. Troque também o champanhe pela cidra.

Faça o cálculo da comida

Para evitar desperdício, procure fazer o cálculo aproximado da quantidade de comida que cada convidado irá consumir na ceia.

Escolha um prato principal

Para economizar, mais ainda, opte por apenas um prato principal, que seja especificamente carne. Para deixar a mesa com cara de fartura e super colorida, o que engana o estômago, procure investir em alimentos naturais, como verduras e legumes.

Aposte em uma sobremesa barata

Na hora de sobremesa do Natal, economize fazendo você mesma! Procure comprar os ingredientes e seguir uma receita fácil e barata.  Uma ótima dica de sobremesa para ceias, que têm muitas pessoas, é apostar no sorvete de palito. Além de ser super saboroso, é barato e todos poderão repetir. Porém, se a ceia não for com muitas pessoas, a dica é comprar um panetone e recheá-lo. Essa é uma sobremesa típica do Natal e, o melhor de tudo, barata e fácil de ser feita. Outra sobremesa econômica e fácil de fazer é a rabanada. Além de agradar a todos os paladares, você poderá usar aquele pão amanhecido do café da manhã.

Decore com legumes e frutas

Procure fazer um arroz com legumes para deixar a mesa mais bonita, ao invés de acrescentar passas, que são caras nessa época. Outra dica é acrescentar uma farofa de banana, ao arroz. O gostinho fica delicioso e ainda deixa a comida muito mais bonita e leve.

Deixe para servir as bebidas depois da ceia. (Foto: Divulgação)

Invista nas saladas e aperitivos

Ofereça primeiramente os pratos de salada, ou mesmo petiscos, que podem ser feitos com maionese e pão. Assim poderá servir o prato principal e todos já estarão com menos apetite.

Sirva as bebidas na hora certa

Para economizar nas bebidas, deixe-as para servir depois da ceia.  Antes, ofereça sucos ou refrigerantes. As bebidas devem ser oferecidas com a sobremesa. Ou mesmo em um único brinde, antes da ceia. É bom lembrar que bebidas alcoólicas não devem ser oferecidas para menores de 18 anos, por isso prefira dar as crianças e jovens refrigerantes e sucos.

Use as dicas para fazer uma ceia de natal sem gastar muito dinheiro ao seu favor e organize uma festa mais econômica.

Fonte: http://www.mundodastribos.com/dicas-para-fazer-uma-ceia-de-natal-sem-gastar-muito-dinheiro.html

Cansou de batata ou mandioca? Na sopa ou no escondidinho, vá de inhame!

A aparência rústica do inhame, que lembra a de uma batata coberta por pelos, não faz jus ao seu sabor delicado. De casca marrom e polpa branca, essa raiz rica em amido é muito versátil e entra em qualquer receita que leve batata ou mandioca, pois apresenta uma textura bem parecida depois da cocção.

Nunca comeu o ingrediente na vida? Aproveite que está na época e arrisque-se a inclui-lo em seus preparos no dia a dia. Dá até para usar na sobremesa!

Cozimento fácil

Em geral, consome-se o inhame cozido por poucos minutos em um pouco de água com uma pitada de sal. Por ter a casca bem rústica, é sempre recomendável removê-la antes de ir para a panela. “Depois de descascar, lave o inhame em água corrente para tirar um pouco de sua viscosidade natural”, diz o chef Thiago Medeiros, da S Simplesmente, em São Paulo. Depois, deixe de molho em água com vinagre, para evitar que escureça. O chef recomenda também enxugar os pedaços com um papel-toalha, para facilitar a manipulação.

A cor da polpa muda após o cozimento: de branco, passa para um tom de cinza claro. Assim como as batatas e mandiocas, é mais saboroso se comido quente. Mas permanece bom mesmo depois de frio, e pode ser consumido como salada -com molho simples de azeite, suco de limão ou vinagre, sal e pimenta. O chef é um apreciador do ingrediente, e sempre cria pratos que realcem ainda mais suas características. “Gosto de consumi-los assado ou como sopa”, diz ele.

Uma das receitas indicadas por ele é o Braseado. Nesse preparo, a raiz é descascada, cortada em rodelas e grelhada antes de receber outros ingredientes, como alho, cebola, pimenta dedo-de-moça, talos de coentro, pimentões, tomates. Os inhames cozinham lentamente no molho formado, ao qual adiciona-se leite de coco. Dessa forma, fica bem macio e cremoso, além de muito aromático.

 

 

Tadeu Brunelli/UOL

Até no escondidinho

Assim como as batatas, o inhame rende um ótimo purê. O diferente, neste caso, é que ele traz uma ligeira viscosidade, que dá uma liga maior ao preparo, assim como ocorre nos cremes feitos de mandioca. Por isso, combina com receitas como bobó ou escondidinho.

Em uma versão vegetariana dessa receita, o chef Medeiros monta o Escondidinho com Purê de Inhame e um Refogado de Pupunha e Feijão Fradinho. É servido quente, gratinado com farinha de amendoim.

Prefere uma sopa? Com os inhames cozidos em caldo de legumes ou aves, faz-se um prato de textura aveludada que fica ainda mais saboroso se você adicionar verduras como brócolis ou couve-flor. Na hora do preparo, basta refogar a raiz em pedaços com a hortaliça escolhida e temperos como alho, cebola e azeite. Cubra com o caldo quente e cozinhe até tudo ficar macio. Na sequência, bata a sopa no liquidificador (ou mixer), para obter um creme liso. Polvilhe com ervas frescas – especialmente salsinha, cebolinha ou coentro picados – na hora de servir.

Outra forma de aproveitar o inhame cozido e amassado é fazer bolinhos (que podem ser fritos ou assados), recheados de carne-seca refogada ou queijo. Também fica delicioso na massa do pão caseiro, pois agrega umidade e sabor. Por ser bastante neutro, o inhame aceita bem as mais diversas combinações de ingredientes.

Quer variar a batata frita? Chips de inhame também caem bem. Para fazer, descasque o legume e corte em fatias bem fininhas. Frite em óleo quente até ficarem douradas e crocantes. Polvilhe com sal e sirva como acompanhamento para filés grelhados, sanduíches ou para comer puro.

 

 

 

Tadeu Brunelli/UOL

Leite vegetal

Pode parecer estranho, mas o inhame pode também ser ingerido cru, em forma de “leite” vegetal. Para preparar a bebida, bata o inhame descascado e em pedaços, no liquidificador com água mineral até obter uma mistura homogênea. Depois, é só coar e usar o leite como base para shakes e vitaminas com frutas, cereais e mel. Por ser rico em nutrientes, virou queridinho da turma fitness e é muito adotado por quem segue dietas vegetarianas.

Porém, o inhame cru pode causar reações alérgicas em pessoas mais sensíveis. Algumas pessoas podem sentir coceira e vermelhidão nas mãos simplesmente pelo fato de descascar o inhame. Por isso, antes de consumir essa raiz crua, é importante tocar a polpa ou passá-la um pouquinho sobre a pele e aguardar alguns minutos para ver se não houve reação. As substâncias irritantes são neutralizadas com o cozimento. Se estiver na dúvida, prefira o inhame cozido.

Tadeu Brunelli/UOL

Mordida doce

O inhame é considerado comida “da roça”. Em cidades do interior, o pão do café da manhã é substituído por essa raiz cozida, servida com manteiga derretida, melaço de cana ou mel.

Além da primeira refeição do dia, o inhame também pode brilhar na sobremesa. O chef Medeiros ensina o preparo de uma mousse que combina essa raiz cozida e cacau, numa versão mais magra desse doce clássico francês. A sobremesa é complementada por castanha de caju, chocolate amargo e tâmaras.

Marcelo Justo/FolhapressMarcelo Justo/Folhapress

Compra e conservação

O inhame pode variar de tamanho, de pequenas esferas a raízes maiores, de formato um pouco mais alongado. Muitas pessoas confundem com o cará, que possui a polpa mais firme depois de cozida e é bem maior em tamanho, lembrando a mandioca.

Na hora da compra, prefira os inhames que estejam bem firmes, sem sinal de umidade ou partes amolecidas. Também evite os que apresentarem partes escuras e mofadas. A polpa do inhame deve ser bem branca e clara; se tiver alguns pedaços pretos, descarte o ingrediente todo.

Fonte: Luciana Mastrorosa – Colaboração para o UOL, de São Paulo

http://comidasebebidas.uol.com.br/listas/cansou-de-batata-ou-mandioca-na-sopa-ou-no-escondidinho-va-de-inhame.htm

 

Posts navigation

1 2 3 4