Open post

Perdeu seu celular? Saiba como localizar o aparelho usando o GPS

Seja por roubo ou perda, ficar sem seu Android pode trazer dois prejuízos. O primeiro deles é financeiro: o custo de um novo aparelho não é um ônus que alguém deseja ter. Mas ser privado das informações contidas nos aparelhos, o segundo estrago, pode gerar ainda mais dor de cabeça. Fotos, contatos, senhas, músicas… muito das nossas vidas está registrado na memória do celular.

Para diminuir o problema, lembre-se de fazer backup com regularidade. Seus dados podem sumir não apenas por extravios, mas também por falha ou quebra do aparelho. Além disso, há muitos aplicativos destinados a descobrir o paradeiro do celular e bloqueá-lo, como o antirroubo Cerberus (http://zip.net/bgtfn9) e o pequeno e simpático Lost Android (http://zip.net/bgtfn9).

Como modelo, usaremos aqui o Android Device Manager (http://zip.net/bbtfvB) por ser um app nativo do Android desenvolvido pelo Google. Depois de instalar o aplicativo, faça o login com a sua conta de Gmail. Acesse o seu gerenciador em seu computador pelo link: http://zip.net/bxtgy4.3

A localização com algumas informações de seu aparelho surgirão automaticamente. Se ele estiver no mesmo lugar que você, por exemplo, peça para ele tocar. O celular pode estar em outro cômodo da casa e você o encontrará. Em “Bloquear”, o botão do meio, você poderá redefinir sua senha remotamente e enviar mensagem.

Como última opção, caso tenha certeza que seu aparelho foi roubado e ele armazena informações confidenciais, como contas bancárias, clique em “Apagar”. Isso vai fazer com que todos os arquivos, menos os que estão em cartões de memória SD, sejam apagados.

Quando o aparelho estiver desligado ou sem a bateria, o procedimento não funcionará. E se você não está em um voo, não use o modo avião. Ele impede a conexão, impossibilitando a geolocalização.

Bloqueie o aparelho

Em casos de roubos, o recomendado é bloquear o aparelho para que ele não seja utilizado por terceiros. Agora, o processo pode ser realizado a partir do número da linha, não mais apenas pelo IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel, em português) –o RG do celular. O bloqueio pode ser realizado juntamente com o boletim de ocorrência nas delegacias ou diretamente com a operadora de telefonia. Esse número pode ser consultado digitando *#06# no telefone.

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2016/05/09/perdeu-seu-android-saiba-como-localizar-o-aparelho-usando-o-gps.htm

Open post

Inscrições abertas para o Enem 2016

As inscrições para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano poderão ser realizadas a partir desta segunda-feira (9). Os interessados devem se inscrever exclusivamente pela internet, no site http://enem.inep.gov.br/participante.As inscrições terminam no dia 20 de maio, às 23h59.

A taxa de inscrição é de R$ 68. O boleto deverá ser pago até as 21h59 do dia 25 de maio.

O participante concluinte do ensino médio no ano de 2016, matriculado em qualquer modalidade de ensino em escola da rede pública, será automaticamente isento do pagamento da taxa. Também será possível solicitar isenção do pagamento mediante declaração de carência no momento da inscrição.

As provas do Enem 2016 serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No segundo, serão os exames de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e redação.

Nos dois dias, as provas começam às 13h30 (horário de Brasília), com abertura dos portões às 12h.

Novidades

Neste ano, o MEC lançou a plataforma “Hora do Enem”, com vídeos e material online gratuito para os alunos do ensino médio estudarem para o Enem. O conteúdo pode ser acessado no site http://horadoenem.mec.gov.br.

Os estudantes podem assistir às aulas das disciplinas em que eles precisam melhorar, por meio de uma biblioteca online, que recebeu o nome de “MECFlix”. Além das aulas online, os alunos podem assistir a uma aula sobre Enem diariamente na TV Escola, às 18h.

O sistema também oferece simulados online, direcionados aos alunos que estão no 3º ano do ensino médio. O primeiro aconteceu no dia 30 de abril. Os próximos serão nos dias 25 de junho, 13 de agosto e 8 e 9 de outubro.

O que é o Enem?

Exame Nacional do Ensino Médio foi criado em 1998 com o objetivo de diagnosticar a qualidade do ensino médio no país. Em 2009, o exame ganhou uma nova função: selecionar ingressantes nos cursos superiores de faculdades e universidades federais por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Também pode ser utilizado para concorrer a vagas em instituições privadas de ensino superior, por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos) ou para obter financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Candidatos interessados em cursos técnicos também poderão usar a nota para concorrer a vagas pelo Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica).

Uma boa avaliação no Enem é também requisito para obter bolsa no Programa Ciência sem Fronteiras. O exame é usado ainda para certificação do ensino médio de estudantes maiores de 18 anos que não têm o documento.

É uma prova aplicada anualmente pelo MEC, por meio do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O exame é composto de 180 questões mais uma redação – ele é realizado em dois dias de prova, no segundo semestre.

 

Fonte: http://educacao.uol.com.br/noticias/2016/05/09/enem-2016-inscricoes-comecam-hoje-as-10h.htm

Open post

Supermercados terão que manter limpos os carrinhos de compra

A higienização de carrinhos de compras usados por clientes dos supermercados e de mouse dos computadores disponibilizados nas lan houses pode passar a ser uma obrigação dos estabelecimentos comerciais especificada no Código de Defesa do Consumidor (CDC – Lei 8.078/1990).

Pesquisa mostra que carrinhos de supermercado e mouses são os objetos fornecidos a clientes mais contaminados por bactérias, o que motivou o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) a apresentar projeto (PLS 445/2015) que obriga a higienização desses utensílios pelos donos dos estabelecimentos. A proposta aprovada nesta terça-feira (29), em decisão terminativa, na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA).

A obrigação de higienização determinada no projeto, no entanto, não é restrita a esses dois tipos de objetos, mas alcança todos os equipamentos e utensílios disponibilizados ao consumidor no fornecimento de um produto ou serviço. O texto estabelece ainda que o fornecedor ficará obrigado a informar, “de maneira ostensiva e adequada, quando for o caso, sobre o risco de contaminação”.

O Código do Consumidor determina, como explica o autor da proposta, que produtos e serviços colocados no mercado não podem acarretar riscos à saúde dos consumidores, mas excepciona riscos considerados “normais e previsíveis em decorrência de sua natureza e fruição”.

Como exemplo de exceção, Crivella cita os medicamentos, que podem ter efeitos colaterais nocivos. Mas para o autor e para o relator na CMA, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), o risco de contaminação por falta de higienização de equipamentos disponibilizados aos consumidores não se enquadra nas exceções.

Para eles, a norma prevista no PLS 445/2015 contribui para aumentar a proteção da saúde dos usuários e atende princípio do reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor.

Se não for apresentado recurso para votação em Plenário, a matéria segue para a Câmara dos Deputados.

(fonte: Agência Senado)

Fonte: Portal Terra

Posts navigation

1 2 3